"O barro toma a forma que você quiser. Você nem sabe estar fazendo apenas o que o barro quer."
                                                                                                                                                   – Paulo Leminski

Sempre usei as mãos para “ esquecer da vida” e “aquecer a alma”: costurando, tricotando, desenhando, cozinhando...foram muitas maquetes na faculdade!

Sou arquiteta de formação, a estética e o espaço são as raízes da minha árvore criativa. Fazer cerâmica era uma promessa de Ano Novo recorrente, até que eu “ganhei” uma vizinha ceramista. Foi no Atelier Tapir em 2011 que comecei o meu percurso com a cerâmica artesanal.

De lá para cá, aprendi e me aperfeiçoei, entendendo que o design é o chantilly do morango, como diz Adélia Borges.

A cerâmica artesanal de alta temperatura virou profissão e seguirei superando os melindres da terra, do fogo e da carne.

@2018 por Renata Levi  www.renataleviceramica.com.br